sábado, 14 de fevereiro de 2009

World Press Photo

Andava para escrever aqui que não percebera as razões do júri do World Press Photo ao escolher para vencedora deste ano a "peça" do repórter Anthony Suau.
A imagem escolhida para primeiro lugar tinha leitura dificil. Um polícia armado e com expressão de grandes cautelas vasculhava uma casa. Achei isto inverosímil e forçado. Como era possível dizer que esta foto era a marca, um significante da GRANDE CRISE que vive a aldeia global?
Afinal, conclui hoje que o polícia estava em plena acção de despejo. Ou seja, não procurava bombas, expulsava, isso sim, os "inquilinos" do Banco. Por aqui se vê que já nada é como dantes. É mentira que uma imagem vale mais que mil palavras. É fundamental a legenda. Ou seja, fazem mesmo falta as palavras.
Como em tanta coisa na vida. Vivendo e aprendendo. E, já agora, mais uma notazinha, o autor da imagem premiada está desempregado. Caso para dizer que é um sinal dos tempos e , afinal, tanta eloquência até dói. Bom Fim de Semana!

2 comentários:

Carlos disse...

8 anos sem regulação dos bancos dá nisto

3RRR disse...

Estive a ver as restantes fotos e encontrei algumas bem mais poderosas do que a vencedora.
Mas eles lá têm os seus critérios.